segunda-feira, 16 de maio de 2011

Desenvolvimento da Linguagem......




Estudos sobre a aquisição da linguagem têm demonstrado que o ambiente linguistico tem um efeito importante no desenvolvimento linguistico e cognitivo da criança. Estes estudos demonstraram que a linguagem dos pais dirigida à criança está desprovida de erros, ambiguidades, ou outras alterações complexas.


A linguagem dos pais é bem construida gramaticalmente e com caracteristicas próprias, tais como:
- clareza acústica
- redundância

- discurso mais lento

- voz num tom mais alto

- expressões faciais e entoações de voz mais exageradas e variáveis

- tensão vocal nas palavras mais importantes

- sussurros

- contacto físico propicio à interacção cara a cara

- uso repetitivo de um pequeno numero de palavras diferentes

- intervalos estrategicamente colocados

- Diversidade lexica contento essencialmente:

- palavras concretas

- muitas perguntas

- imperativos

- poucos tempos verbais no passado

- poucas frases subordinadas e de complexa construção

A interacção linguistica tem um papel primordial na aquisisção da linguagem e especifica como quando a mãe mostra à criança estruturas gramaticais mais avançadas, através da correcção. Por exemplo: as repetições maternas facilitam a criança compreender a mensagem e as reformulações são importantes porque dão à criança a oportunidade de comparar uma estrutura já existente, no seu reportório linguistico, com outra estrutura sintácticamente nova.


Tudo isto parece indicar que determinadas caracteristicas da linguagem que os adultos dirigem às crianças facilitam a sua aquisição.


O bebé, não só intervem neste processo aprendendo, como também, através das suas respostas mantêm os pais num processo activo de interacção.


Por isso PAIS, desliguem a televisão.... FALEM e BRINQUEM com os vossos filhos, é assim que eles aprendem......

_________________________________________________________________

(Fry, 1968; Moerk, 1972; Tomasello; 1988; De Lemos, 1992; Zorzi, 1993; Owens, 2001; Hoff, 2003)



video

Sem comentários:

Enviar um comentário